Amazon se junta à Apple entre as empresas de US$ 1 trilhão - 04/09/2018

 

Jeff Bezos, dono da Amazon (Foto: Rex Curry/Reuters)

 

A Amazon se tornou ontem (3) a segunda empresa baseada nos Estados Unidos, e a segunda empresa privada, a alcançar US$ 1 trilhão em valor de mercado - o valor somado de todas as suas ações. Com isso, a gigante do comércio e da tecnologia se junta à Apple no grupo até então solitário das empresa trilhardárias. A Apple bateu a marca há pouco mais de um mês, no último dia 2 de agosto.

A marca é uma conquista para seu fundador Jeff Bezos - ele próprio com uma fortuna estimada em US$ 151 bilhões pela Bloomberg, e a pessoa mais rica da história moderna. A marca de US$ 150 bilhões foi atingida em julho e supera, em valores corrigidos pela inflação, o recorde de US$ 100 bilhões marcado em 1999 por Bill Gates, fundador da Microsoft.

 

 

Suas ações atingiram o nível de US$ 2.050,2677, totalizando um valor de mercado de 1 trilhão de dólares. A ação da empresa teve um leve recuo após bater esta marca e no começo da tarde tinha alta de 1,3%, a US$ 2.038,71.

A Amazon cruzou o limite de US$ 2.000 por ação pela primeira vez em 30 de agosto, depois de dobrar seu preço em apenas 10 meses. As ações da Amazon chegaram a US$ 1.000 em 27 de outubro de 2017. Os papéis atingiram US$ 100 pela primeira vez em 23 de outubro de 2009.


Fonte: G1





Calendário Acadêmico

Passe o mouse nas datas marcadas e clique para ver os detalhes.

Central do aluno


Alunos! Todas as informações úteis para o seu dia-a-dia acadêmico.

Acessar

Instituição Participante - PROUNI